Archive Page 2

FreeCAD: Alternativa ao AutoCAD no Linux

Se procurarmos no Google, dá para ver que existem alguns programas de CAD para Linux. Mas, analisando as alternativas com cuidado, veremos que quase todos só são capazes de gerar modelos 2D. O FreeCAD é uma exceção à regra, contando com boas capacidades para gerar desenhos tridimensionais. O programa é de código aberto (GPL v2) e multiplataforma, construído com QT4, o que garante um visual bem agradável.

Um ponto interessante do programa é a sua compatibilidade com os arquivos do AutoCAD, de forma que você não vai ter que se preocupar com os arquivos do CAD que seus amigos enviam para o seu e-mail :). O programa suporta funções avançadas, como gravação de macros. Apesar do seu foco ser a modelagem 3D, o software também possui um módulo para gerar desenhos bidimensionais (como o QCAD).

Apesar de não estar nos repositórios do Ubuntu, existem pacotes DEB na página de download no Sourceforge.net (é um download de apenas 5MB!). Vale conferir.

Wiki do FreeCAD

Anúncios

DVD Styler

O DVD Styler é um programa que permite criar DVDs profissionais bem aí, no seu GNU/Linux. Ele é bem fácil de usar, basta arrastar os vídeo para a tela do programa que eles já são adicionados com uma miniatura no menu. É possível adicionar submenus, que podem ter imagens de fundo, vídeos, animações e cores pré-definidas. O software conta com diversos botões e planos de fundo pré-definidos, que podem ser adicionados na base do arrastar e soltar mesmo.

Os botões podem ser programados com os scripts padrão dos DVDs, permitindo que você troque a faixa de áudio, altere a legenda ou troque de menu. O programa está nos repositórios das distros.

Ubuntu Software Store

A Canonical divulgou uma novidade para as próximas versões do Ubuntu, a Software Store. A idéia é substituir as funcionalidades de diversos aplicativos (Gdebi, Synaptic, “Adicionar/Remover”, Gerenciador de Atualizações, Canais de Software e Mantenedor do Sistema), englobando tudo no novo software. A Software Store iria permitir que você realizasse todas essas operações em um lugar só. Atualmente, existem uma fragmentação nesse sentindo. Cada programa faz uma coisa e você tem que trocar entre um e outro eventualmente (se houver um erro na atualização, o Gerenciador de Atualizações pede para você abrir o Synaptic). Os links apt seriam administrados pelo novo programa, sendo que a Canonical está planejando uma campanha para popularizar esses links.

O App Center será intergrado ao Launchpad, permitindo que você veja avaliações sobre o software antes de baixar. Screenshots e até mesmo pequenos vídeos também serão incluídos. Existem planos para incluir softwares pagos, com um canal de pagamento pela Canonical, o que ainda vai gerar alguma discussão. O novo programa deve estrear já no 9.10, mas sem ser a opção padrão. A partir da versão 10.04 LTS, ele começará a ficar em primeiro plano.

Veja mais na Wiki do Software Store

Quake Live disponível para Linux

Saiu hoje: a ID software confirmou o lançamento das versões Linux e Mac da versão online do seu famoso game de tiro. Para jogar, será necessário instalar um plugin no browser (disponível para IE7+, Safari e Firefox 2+). Eu testei o game no Firefox 3.5 (Ubuntu, Shiretoko) e funcionou perfeitamente. Após se cadastrar e baixar a extensão de 1.4MB, o browser irá baixar os dados do game (vai levar algum tempo) e salvar em uma pasta oculta .quakelive na sua home. Aí é só partir pro jogo :). Será necessário ter banda larga para essa festa toda, mas o desempenho geral é muito bom, principalmente após os upgrades que permitiram a retirada das filas de espera imensas que incomodavam profundamente os usuários.

Confiram no site do Quake Live.

Enviando notificações pelo notify-osd do Ubuntu

O Ubuntu 9.04 conta com um novo sistema de notificações, o notify-osd. Os avisos do sistema são exibidos utilizando bolhas escuras transparentes no canto da tela. O mais interessante é que, ao passar o mouse sobre elas, elas desaparecem, evitando que um bando de notificações atrapalhe o seu trabalho.

Um comando útil é o notify-send, que permite enviar notificações pelo sistema. A sintaxe é simples:

$ notify-send [OPÇÕES] título mensagem


Ponha a mensagem e o título entre aspas, caso tenham mais de uma palavra. As opções mais interessantes são:

-i caminho_para_imagem: usa essa figura como ícone da notificação.

-u low|normal|critical: define a importância da mensagem.

-t tempo: define a duração, em milissegundos.

Bem, vamos a um teste. Rodando o comando:

$ notify-send  -i /home/trx64/Imagens/Finishpersian.gif   ‘Leônidas diz:’   ‘THIS IS SPARTA!!!’

Aparece isso :D:

screenshot3

Aqui eu criei um script em /usr/bin/frase-do-dia com o conteúdo:

#!/bin/sh
#SCRIPT PARA EXIBIR A FRASE DO DIA USANDO O NOTIFY-OSD

TEXTO=`fortune 100% brasil`
notify-send “Frase do dia:” “$TEXTO”

Se você tiver  os pacote fortunes e fortunes-br, crie o script, dê permissão de execução (sudo chmod +x /usr/bin/frase-do-dia) e apenas execute o comando:

$ frase-do-dia

Se quiser, coloque o comando na inicialização (Sistema > Preferências > Aplicativos de Sessão), para sempre ver uma frase no login.

screenshot5

Entrevista com Chuck Norris

Um corajoso entrevistador aceitou o desafio de confrontar Chuck Norris.

Para quem não sabe, Chuck Norris virou uma celebridade na web, após o surgimento dos “Fatos sobre Chuck Norris”:

– Chuck Norris não liga o chuveiro. Ele o encara até fazer ele chorar.

– Chuck Norris não coloca gasolina no carro. Ele diz “corra” e o carro sai correndo.

Com a fama de invencível, ele virou uma celebridade na web, na Desciclopédia e em todo o canto.

A Touch Of Evil Live – novo CD do Judas Priest

Em turnê, o Judas Priest liberou o seu novo disco ao vivo: A Touch Of Evil Live. Após ouvir, ouvir e reouvir (existe isso?), já dá para postar as minhas impressões. Primeiro, vamos as faixas:

1 – Judas Rising

2 – Hellrider

3 – Between the Hammer & the Anvil

4 – Riding on the Wind

5 – Death

6 -Beyound the Realms of Death

7 – Dissident Aggressor

8 – A Touch Of Evil

9 – Eat me Alive

10 – Profecy

11 – Painkiller

Uma novidade é que Eat Me Alive foi cantada ao vivo pela primeira vez na história da banda, o que faz com que Defenders Of The Faith seja o primeiro álbum do grupo a ter todas as músicas cantadas ao vivo. Rob Halford não desaponta e impressiona ao cantar a faixa. Tipton e Downing ainda são a dupla perfeita, arrasando em Painkiller. Nessa faixa, pessoalmente, eu acho que Halford não foi muito bem. Os agudos característicos de Painkiller nem de longe apareceram (acho que a voz do Halford não está muito boa nessa turnê).

É muito bom ter um novo disco ao vivo da banda, com músicas de Nostradamus e Angel Of Retribution. A banda continua com a energia de sempre, impressionando. É um bom disco, apesar de não ser sensacional. Ótima adição para os fãs dos eternos Metal Gods.