Economizando Energia: Placas da NVidia

Bem, caso você possua uma placa da NVidia (especialmente no seu notebook) e use o driver proprietário, saiba que é possível reduzir o consumo de bateria, diminuir o aquecimento e economizar na conta de luz usando o PowerMizer, que é uma extensão que permite limitar o clock das placas ou ativar um sistema de clock dinâmico, que aumenta o poder da placa de acordo com o uso.

Para conseguir fazer isso, será necessário acrescentar algumas linhas no seu arquivo xorg.conf. Aperte ALT+f2 e digite:

gksudo gedit /etc/X11/xorg.conf

Vá até a seção “Device” do arquivo e adicione o conteúdo em negrito:

Section “Device”
Identifier     “Videocard0”
VendorName     “NVIDIA Corporation”
BoardName      “GeForce Go 6150”
Driver    “nvidia”
Option    “NoLogo”    “True”
Option “RegistryDwords” “PowerMizerEnable=0x1; PerfLevelSrc=0x2233; PowerMizerDefault=0x3”
Option “Coolbits” “1”
EndSection

Esse conteúdo é o da minha configuração, mas é possível utilizar diversos ajustes finos. Vamos a cada opção:

PowerMizerEnable=0x1: Obrigatória, ativa o PowerMizer.

Eu pessoalmente prefiro usar a performance máxima e, na bateria, limito o clock para o mínimo. Dessa forma, eu tenho um desempenho 3D excelente na tomada e máxima bateria fora dela. Se quiser isso, basta usar o meu xorg.conf lá em cima. Vou explicar as opções logo em seguida.

PerfLevelSrc=0xXXXX: Determina o comportamento. O primeiro par de “X” indica a configuração para a bateria e o segundo par, para a tomada. Os valores podem ser:

22 – Clock fixo.

33 – Clock adaptativo, que é o melhor na minha opinião. Ao usar algum aplicativo 3D, ele imediatamente ativa as frequências mais altas. Ao sair do aplicativo, ele aguarda um tempo e vai baixando o clock gradualmente.

PowerMizerDefault=0xX: Determina o sistema usado quando estiver só na bateria. Os valores podem ser vistos no Painel de Controle da NVidia:

screenshot1

No meu caso, eu uso o valor “3” para a bateria, o que limita o clock no mínimo.

1 – Performance máxima, normalmente usando o clock mais alto.

2 – Performance média, tenta equilibrar as coisas.

3 –  Performance mínima, economiza o máximo.

PowerMizerDefaultAC: Determina o sistema quando você estiver plugado na tomada. Eu recomendo não usar isso, deixe o PerfLevelSrc em “33”, para ter um clock adaptativo. Se desejar fixar o clock, deixe o PerfLevelSrc em “22” e use as opções que eu forneci acima.

Para completar, vou dar alguns exemplos:

“PowerMizerEnable=0x1; PerfLevelSrc=0x2222; PowerMizerDefault=0x3; PowerMizerDefaultAC=0x1”

clock fixo (tomada – máximo, bateria – mínimo).

“PowerMizerEnable=0x1; PerfLevelSrc=0x3322; PowerMizerDefaultAC=0x1”

clock fixo na tomada (performace máxima), clock adaptativo na bateria.

“PowerMizerEnable=0x1; PerfLevelSrc=0x2233; PowerMizerDefault=0x3”

A configuração que eu uso, adaptativo na tomada e clock fixo na bateria, no mínimo.

Com isso, seu notebook ganhará alguns minutos a mais longe da tomada e deverá esquentar menos, o que é um problema nos portáteis atuais.
Espero que tenham gostado do tutorial, em breve eu volto com mais coisas sobre Linux no Notebook.

Anúncios

0 Responses to “Economizando Energia: Placas da NVidia”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s





%d blogueiros gostam disto: